Artigos do Padre

11/11/2016 - COMO LER A BÍBLIA

Nós, os filhos de Deus, somos convidados a ter livre acesso à Palavra de Deus diretamente expressa na Bíblia. A Bíblia é como um irmão mais velho que experimentou a vida e ensina o mais novo.

As Escrituras são Palavras do Pai para os seus filhos, talvez de início não entendamos tudo, como uma criança não entende tudo o que o pai lhe diz. Mas essa criança, ouvindo seu pai, dia após dia, irá compreendê-lo cada vez mais.

A regra é: aplicar-se a meditar cada dia sobre a palavra das Escrituras. Para que nossa vida cristã seja grandiosa, precisamos alimentar-nos regularmente com a Palavra Sagrada. Assim como tomamos banho todos os dias, e, se não houve jeito durante o dia, à noite, antes de deitar, tomamos nosso banho. Façamos o mesmo com a leitura da Bíblia.

Grande parte das pessoas gosta de ler a Bíblia de manhã. Levantam-se cedo para ter tempo de ler tranquilamente antes das ocupações diárias. É um bom hábito, certamente o mais rendoso. Além disso, tem a vantagem de começar o nosso dia com força total.

Meditando sobre as palavras divinas, devemos procurar um lugar silencioso, tranquilo, onde seja fácil se concentrar, ou seja, um lugar que favoreça a oração.

Não tenha medo de riscar a sua Bíblia. O Livro Divino é um instrumento de trabalho. Sublinhe as passagens importantes. Use sinais significativos. Faça anotações.

No trecho lido diariamente, Deus tem uma mensagem para nós. Basta ficar atento, em atitude de expectativa, e nós encontraremos a mensagem viva e concreta. Não deixe que ela se perca.

Lembre a declaração de São João sobre a finalidade do Evangelho: “Para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que crendo tenhais a vida em seu nome” (Jo 20, 31). A primeira necessidade de nós cristãos, é ter certeza de nossa salvação. É saber que Deus nos amou e nos escolheu (Jo 1, 4).

Seja qual for a sua hora de ler a Bíblia, pense assim: “Sem Bíblia não há café” e “sem Bíblia não tem cama” – este é o segredo da felicidade.

Sem alimento ninguém vive. A cada dia temos de colher nossa porção de alimento bíblico como os israelitas colhiam sua porção de maná. Do contrário, andaremos cambaleando pelo deserto da vida e talvez não cheguemos à “terra prometida”. Morreremos no deserto por falta de alimento bíblico.

Felizes, porém, os que se alimentam do “Pão da Vida”. Eles viverão.

Os Salmos são uma coletânea de belas orações muito concretas e vivenciadas também na oração. Vamos lê-los!