Artigos do Padre

23/07/2015 - Artigos do Padre Haroldo - Socorro!

A humanidade se dá conta hoje de que a forma como se relacionou e se relaciona com a natureza, o meio ambiente, a terra, enfim a “nossa casa comum”, não foi e não é nada edificante. Muito pelo contrário, nossa intervenção em nome de um conceito ideológico de progresso gerou destruição do meio ambiente – por meio do desmatamento predatório, da poluição das fontes de água potável, da destruição da camada de ozônio (que protege a terra de altas temperaturas) –, alterações climáticas dramáticas, criação de montanhas de lixo tóxico para a vida e a saúde humanas etc.

Precisamos urgentemente mudar nosso comportamento em relação à mãe natureza. Não é à toa que a ONU (Organização das Nações Unidas) tem organizado inúmeras conferências mundiais em torno dessa questão do ambiente e da ecologia. A primeira de grande impacto mundial foi realizada no Rio de Janeiro em 1992 e ficou conhecida como ECO 92, que apontou uma série de compromissos para todos os países-membros com o intuito de trabalhar uma agenda para o “desenvolvimento sustentável”, que seria o desenvolvimento que respeita e cuida do meio ambiente, sem destruí-lo, com a consciência de deixar um legado de proteção de vida para as futuras gerações.

A mensagem cristã, a palavra da comunidade Católica, há muito, se empenha em desenvolver uma cultura e uma ética da corresponsabilidade e da solidariedade para com a obra divina da criação. Uma nova consciência ecológica aponta para a interdependência que une entre si todos os habitantes da terra e a necessidade de se proteger e cuidar de nossa casa comum.

A ética cristã defende a integralidade da criação, a dignidade das pessoas e da vida, acolhe a natureza como um dom de Deus e uma tarefa a ser cumprida, que garanta solidariedade para com todos no presente e perspectiva de vida saudável para as gerações futuras.O ser humano não deve ser o destruidor, mas o anjo bom e protetor da natureza.

Que São Francisco, o padroeiro da ecologia (“irmão sol irmã lua), nos inspire e nos proteja!

VER
Um pai disse que percebeu que o filho estava crescendo quando o viu olhando para uma garota da mesma maneira que costumava olhar para um pacote de chocolates. Assim contemplamos o bem-estar de nosso planeta.

LEMA
Ser consciente, perceber cada pessoa que encontras. Ver Cristo dentro da natureza criando e conservando, Cristo que vem a nós sem dar-se a conhecer, como um Emaús, no lago de Tiberíades, porém em forma humana. Reconhecê-lo, amá-lo, adorá-lo. Medite sobre a maneira que ele cuida de nosso planeta.