Artigos do Padre

16/10/2015 - Movimento Faces e Vozes

Caro amigo(a)

"Faces e Vozes" é o novo movimento que vai explodir como Amor Exigente e Freemind, etc. A ideia básica é que o alcoólatra e toxicômano recuperado admite que ele ou ela é um dependente químico e quer servir os outros que até agora não se recuperaram. Ele não usa anonimato. O movimento começou nos Estados Unidos e chegou ao Brasil pelos meus amigos de El Paso, TX. Querendo ter mais detalhes, entre em contato com Alexandre alexandre.intervir@uol.com.br (11) 3266-7597 e Romina butterfly.assessoria@gmail.com (11) 95129-1989.

Há anos atrás, Bill Wilson mesmo falou publicamente no Congresso dos EUA que ele é alcoólatra e quer servir outras pessoas. Também os gays saíram do closet e proclamaram publicamente que tem este problema e desejam ter os seus direitos sem preconceitos. Em "Faces e Vozes", o dependente curado não tem que cuidar do anonimato como no AA e NA. Publicamente, com os seus amigos ou em grupo, ele faz o que quiser. Também tem 12 passos especiais para "Faces e Vozes" que mandarei com muito prazer, se você tem interesse. Como já disse, entre as autoridades no Brasil, tem Alexandre e Romina e os líderes de muitos movimentos e Comunidades Terapêuticas para consultar. "Faces e Vozes" não vai ficar ao lado de Amor Exigente, Freemind, etc, mas a ideia pode entrar embaixo do guarda-chuva de tais movimentos. Dou ênfase a ideia que um dependente químico trabalha na sua maneira para servir. Assim começou AA e NA e também os movimentos que Padre Haroldo fundou.

Espiritualmente falando, cito várias ideias da Bíblia e outros lugares: a parábola do filho pródigo, deixe 99 e pega 1, a Cruz resgata o pecador, ide e pregai, vinde Espírito Santo. Na Liturgia falamos "não olheis os nossos pecados, mas a fé da minha Igreja", o Pai Nosso fala "não nos deixei cair em tentação", na Ave Maria "rogai por nós pecadores" e entre muitas outras coisas, temos os textos "Deus é Amor" e "Vinde-me e segue-me".

Praticando "Faces e Vozes", seguimos São Marcos que fala sobre a Cruz, credibilidade e serviço. Humanamente falando, admitimos que somos pecadores, somos arrependidos e desejamos servir. Maria é nossa Mãe e ela pergunta: que mais precisa?

Espero que comigo e muitos outros pratiquemos juntos em nossa vida e movimentos as ideias de "Faces e Vozes".