Artigos do Padre

05/02/2016 - Artigo do Padre Haroldo - Bençãos

Por que existem bênçãos?
A Sagrada Escritura atesta que todo membro do Povo de Deus é chamado a ser uma bênção (ver Gn 12, 2: em ti serão abençoadas todas as gentes) e a abençoar: bendizei, pois a isto fostes chamados (1Pd 3, 9; ver Lc 6, 28; Rm 12, 14). Por isso, ao lado de bênçãos que a Igreja estabeleceu para uso do Santo Padre – por exemplo, a bênção “urbi et orbi” (para a cidade de Roma e para o mundo) – Bispos, Presbíteros, Diáconos e os Leigos Cristãos também podem conferir numerosas bênçãos (por exemplo, a bênção das refeições, a bênção dos filhos pelos Pais etc.).

Por que se chamam Bênçãos?
São sinais sagrados, que significam efeitos principalmente espirituais, obtidos pela oração. São fruto do sacerdócio comum de todos os fiéis batizados, membros do Corpo de Cristo, Povo de Sacerdotes.
As Bênçãos dependem da fé com que são dados e recebidos, enquanto os sacramentos dependem só da Palavra do Senhor revelada pelo Espírito Santo.

Como são dadas as bênçãos?
No costume aprovado pela comunidade, geralmente compreendem uma oração, a imposição das mãos, com ou sem sinal-da-cruz, ou a aspersão da água benta. Quanto mais as bênçãos se referirem à vida da comunidade ou estiverem ligadas à vida dos fiéis (bênção das alianças no casamento). O uso do sinal-da-cruz é muito recomendado.

O que compreende a chamada “religiosidade popular”?
O senso religioso do povo cristão encontrou, em todas as épocas, formas de piedade que o ajudam a viver a fé. Por exemplo: novenas, peregrinações, promessas, via-sacra, certas danças religiosas, procissões, veneração das relíquias dos santos, visitas aos lugares santificados pela presença de Jesus, Nossa Senhora e seus santos etc. A comunidade ama, respeita e recomenda iniciativas assim, desde que estejam de acordo com o Evangelho e conformes à oração do Povo de Deus.

VERDADE TOTAL
No Mercado Modelo havia um barraca com o aviso: “a loja que vende verdade”. Um anjo bem educado perguntou ao freguês:
- O que o senhor deseja, verdade total ou verdade parcial? E o freguês respondeu:
- Total, detesto decepção.
- O preço é alto, senhor.
- Quanto é?
- O senhor tem que acreditar mesmo na dúvida e no escuro.
- Mas eu só quero uma verdade sem dúvida e sem obscuridade.
Silenciosamente saiu.

PARA REFLETIR
Um grupo de bombeiros, citado por sua coragem, recebeu um cheque generoso como reconhecimento e gratidão. O repórter perguntou ao chefe da equipe o que iria ser feito com o dinheiro e ele respondeu: “primeiro consertar os freios do carro, pois tentamos parar 300 metros antes do fogo e não conseguimos”.
A aparência, muitas vezes, não é a verdade total.