Notícias

30/08/2017 - Casa da Gestante participa de Simpósio da Defensoria Pública do Estado de São Paulo

A coordenadora técnica da Casa da Gestante, psicóloga Carolina Campos, participou em 7 de agosto do Simpósio ‘Dialogando sobre o direito de ter/ser mãe: mulheres em situação de rua e/ou uso abusivo de álcool e outras drogas e seus bebês.’
O encontro foi promovido pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo e contou com representantes do Poder Público e de diversas entidades dedicadas ligadas à Saúde, Justiça e Assistência Social, entre outros.
Para Carolina, o evento é importante pois volta o olhar para mulheres em situação de extrema vulnerabilidade e risco social que desejam assumir os cuidados maternos.
“Campinas, através da Casa da Gestante, atua numa proposta pioneira de política pública a fim de promover condições para estas mulheres assumirem a maternidade. Apesar de tudo, ainda há muitos desafios a serem construídos enquanto Rede de Saúde Municipal. É um processo de criar uma nova política.” apontou.
Carolina esclareceu ainda que as mulheres quando estão em extrema vulnerabilidade, tem um fantasma que as persegue, gestando com medo de que a separação vai ocorrer logo após o nascimento. “A Casa da Gestante surge, então, para que elas possam estabelecer confiança e assim transformar, de forma positiva, as suas vidas e as de seus bebês” , concluiu.
A Casa da Gestante, administrada pelo Instituto Padre Haroldo em termo de colaboração com a Secretaria de Municipal de Saúde de Campinas, em pouco mais de um ano de funcionamento já acolheu mais de 50 pessoas, entre gestantes, puérperas e bebês.